Saiba por que aparece memória RAM utilizável

Tempo de leitura: 6 minutos

Os sistemas operacionais às vezes nos avisam que estamos com pouca memória RAM utilizável, quando na verdade até temos uma boa quantidade para uso. Isso nos traz transtornos, mas hoje daremos uma maneira de resolver este problema.

Saiba por que aparece memória RAM utilizável

Memória RAM é uma tecnologia que nos permite acessar as informações arquivadas em nossos celulares, porém ela não armazena um conteúdo de maneira permanente, ou seja, ela faz a leitura dos dados que foram perdidos.

O nome RAM, em inglês significa Random Access Memory ou Memória de Acesso Aleatório, em português. Em outras palavras, podemos dizer que é um local no qual as informações ficam armazenadas.

Se seu computador ou notebook começou a ignorar seu RAM, será necessário seguir alguns passos para que a utilização de sua máquina seja, no mínimo, satisfatória. Para tentar resolver isso, será preciso que entre no “Painel de Controle”, em seguida no “Sistema e Segurança” e por fim no ”Sistema”, pois assim poderá ver as informações gerais do notebook. Achará o status de sua memória RAM bem abaixo da descrição do modelo do processador, somente dessa forma será possível saber se está ou não com pouco RAM.

Motivos para termos essa diferença entre memória instalada e memória utilizável

Antes de mais nada, aquele conselho padrão de qualquer TI, reinicie sua máquina! Acredite, muitas vezes é apenas um pequeno erro que vai se resolver com a inicialização do computador ou notebook.

Ninguém sabe o motivo disso, mas acontece com mais frequência do que gostaríamos. Às vezes, um superaquecimento causa problema.

Sistemas operacionais do Windows vêm em duas versões diferentes, 32 ou 64 bits.

Mas o que é uma versão de 32 bits e 64 bits?

Processadores de 32 bits têm como limite a capacidade de processar palavras ou sequência de bits de até 32 bits, já os de 64 bits conseguem alcançar 64 bits.

Resumindo, a versão de 32 bits, por ter menor capacidade de processamento, tem como limite 4 GB de memória RAM, e sempre guarda uma parcela para ações específicas. A versão de 32 bits é mais utilizada em notebooks mais baratos.

Levando isso em consideração, se seu notebook ou computador possui 4 GB, não há necessidade de alarde, pois a máquina está apenas guardando sua capacidade para o momento em que ela seja necessária, mas se você possuir 6 ou 8 GB, aí será preciso verificar se na montagem não houve um erro.

Um sistema de 32 bits com um processador com a base de 64x, precisará de uma formatação para que seja reinstalado o Windows, mas antes de qualquer coisa, salve tudo que achar necessário e o que não achar também, cuidado nunca é demais!

Buscar o diagnóstico de memória

Se mesmo após isso a situação não se solucionar, aí será preciso uma nova abordagem. Vá ao menu inicial e busque o diagnóstico de memória RAM no diagnóstico de memória do Windows, nesta janela você poderá optar por reiniciar sua máquina imediatamente ou fazer um agendamento para a próxima vez que seu computador ou notebook for ligado, sim demora, mas é de suma importância para utilizar seu equipamento.

Como buscar a memória máxima do sistema?

Essa é uma opção mais complicada e vai pedir que tenha a maior atenção possível ao fazer isso. Tente achar um lugar para que possa trabalhar com tranquilidade e siga as instruções de maneira exata, ou peça ajuda a alguém que possua um maior conhecimento em informática.

A opção memória máxima do sistema é mais bem protegida e mesmo assim pode ser a causadora de sua dor de cabeça por limitar o acesso à memória RAM de sua máquina. É preciso que pressione o ⊞ Win + R e digite “msconfig”, isso abrirá uma janela com as opções. Escolha a aba escrita “Inicialização e opções avançadas”.

Lá você encontrará a opção de memória máxima. É comum que essa opção não esteja ativada, como antes já havíamos descoberto a quantidade de RAM que seu notebook ou computador possui, você deve digitar o valor exato que tem manualmente. Será necessário reiniciar a máquina e após a reinicialização conferir se funcionou.

Erro ao instalar novas memórias RAM

Sim, às vezes, a culpa é apenas nossa. Um pente de memória RAM mal instalado, embora esteja lá, não será acessado pelo sistema e dará a ideia de que o sistema contém algum problema, neste caso, basta que o retire e coloque novamente, mas sempre com a máquina fora da tomada, não queremos queimar o notebook ou computador, segurança em primeiro lugar!

Essa é uma falha de hardware simples de resolver, mas é necessário desmontar o notebook e encontrar o local onde a memória fica armazenada, retirando e recolocando o pente – sempre com o computador desligado e fora da tomada -, com acessórios de segurança e tomando cuidado para não causar curto-circuitos acidentais.

A memória virtual

Configurações de memórias virtuais muitas vezes são as causadoras de problemas com a memória RAM instalada, assim será necessário acessar novamente o menu inicial e pesquisar “configurações avançadas do sistema”, logo que localizada, pressione o “enter” e vá para “propriedades do sistema”. Selecione a opção “configurações”, depois a opção “desempenho” e uma nova opção chamada “avançada”, só dessa forma poderá ver a memória virtual. Desative gerenciamento automático, vá em todas as unidades C, D, E, F e assim por diante e desmarque o controle de paginação, marcando a opção “sem arquivo de paginação”.

Confirme a escolha clicando em “ok” e reinicie mais uma vez a máquina. Caso não funcione, faça novamente. Programas têm uma tendência à teimosia, se ainda assim não obtiver solução, busque auxílio técnico.

Agora que você já dispõe das informações necessárias tentar recuperar sua memória RAM sequestrada, lembre-se de que a bringIT, que está no mercado há mais de 10 anos e conta com um grande catálogo, dispõe de uma gama de marcas de pentes de memória RAM entre outros periféricos, além de trazer grande assessoria em caso de dúvidas sobre o que comprar. A única dúvida que o usuário não pode ter é em qual local comprar, pois a bringIT está ao seu lado para ajudá-lo.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *