Produtos

O que é SSD: conheça a tecnologia que está substituindo o HD

ssd-kingston

Se você precisa de mais desempenho e velocidade no seu notebook, o SSD é a melhor opção para um upgrade no equipamento. O Solid State Drive – ou disco de estado sólido, em inglês – é uma nova tecnologia capaz de armazenar uma grande quantidade de dados de maneira mais silenciosa e resistente. Ele é muito mais rápido do que os velhos discos rígidos (HDs) e está, aos poucos, conquistando seu espaço no mercado.

Nesse texto nós vamos te explicar os detalhes de como o SSD funciona, quais os principais modelos e marcas, especificações de compatibilidade e outras dicas para você avaliar se vale a pena trocar o seu HD por um SSD.

Precisa de um SSD? Conheça as opções da bringIT e nossos preços especiais!

Como funciona o SSD?

Enquanto os HDs utilizam pontos magnetizados da superfície de um disco para armazenar dados digitalizados – imagine algo mecânico semelhante a uma vitrola, os SSDs armazenam os mesmos dados em células de memória flash – que é elétrica.

Esse tipo de memória permite que diferentes informações sejam apagadas ou escritas numa mesma operação. Ou seja, o SSD permite que o conteúdo seja gravado ou regravado sem a necessidade de motores, discos e agulhas de leitura e gravação.

Com isso, todas as operações são feitas eletricamente, o que torna os comandos de leituras e escritas mais rápidos, além de deixar o drive mais silencioso e resistente a vibrações e quedas. Para atingir um bom desempenho, os discos mais comuns contam com dois componentes fundamentais: memória flash e o controlador.

O controlador é responsável pela troca de dados entre o computador e a memória flash. O chip é capaz de gerenciar cache de leitura e escrita de arquivos, criptografar informações e mapear partes defeituosas do SSD, evitando corrupção de dados e garantindo uma vida útil maior da memória flash.

81DI7P8iO+L._SL1500_

Como é o desempenho de um SSD?

Além da capacidade de armazenamento, a velocidade do drive também aumentou consideravelmente. Enquanto os primeiros drives possuíam velocidades de 250 MB/s para leitura e 70 MB/s para escrita, os mais recentes chegam a 555 MB/s de leitura e 520 MB/s de escrita. Quanto maior a velocidade do disco, maior será sua capacidade de acesso aos dados solicitados, o que permitirá que o sistema operacional carregue diferentes arquivos e programas quase instantaneamente.

Outra taxa que interfere no desempenho dos SSDs é o IOPS (Input/Output Operations Per Second) que se refere ao número de operações por segundo que um disco consegue realizar. O número específico de IOPS pode variar de acordo o disco usado (SAS, SATA ou SSD), modelo de Storage e o tipo de RAID empregado. Quanto maior o IOPS, mais rápido se realiza leitura e gravações.

Precisa de um SSD? Conheça as opções da bringIT e nossos preços especiais!

 ssd-da-samsung-e-mais-fino-e-mais-potente

Como escolher um SSD compatível?

Os SSDs possuem diferentes especificações técnicas que podem confundir os usuários. No entanto, detalhes como tipo de interface de dados e o formato são essenciais na escolha de um SSD compatível.

Os SSDs possuem interface SATA III (6 Gbps) e SATA II (3 Gbps). Nesse caso, o que pode interferir na compatibilidade do novo SSD é o tamanho limite da placa-mãe do notebook. Caso você utilize um SATA III em um equipamento com portas SATA II, o SSD terá um desempenho inferior, pois a placa-mãe não terá suporte à nova tecnologia.

Outro fator importante é o tamanho. Os modelos mais comuns são de 9 mm, compatíveis com qualquer modelo convencional de notebook. Existem também alguns modelos mais finos, geralmente utilizados em ultrabooks, que possuem 7 mm. Os modelos de 7 mm podem ser utilizados tranquilamente no lugar do de 9 mm, mas o contrário não acontece caso o modelo original seja de 9 mm.

Qual o preço de um SSD?

Kingston, Corsair, Crucial, Samsung, Transcend e Sandisk são algumas das marcas que comercializam SSD. As companhias mais famosas geralmente têm preços mais caros. Lembramos que o valor de um SSD dependerá de algumas especificações, como modelo, capacidade e taxas de velocidade. Um HD convencional de 500 GB custa entre 150 e 200 reais, variando de acordo com marca e modelo. Já um SSD de 128 GB, um do mais populares do mercado, custa, em média, entre 350 e 900 reais, dependendo da marca e modelo.

Os SSDs mais “espaçosos” ainda têm um valor alto, por isso muitos consumidores acabam optando pela compra de SSDs com capacidades menores. Para valer o investimento, é importante saber utilizar bem o precioso espaço do drive. O ideal é utilizá-lo apenas para usar o sistema operacional, aplicativos e demais arquivos acessados diariamente que envolvam bastante leitura e escrita de dados.

Caso você precise armazenar arquivos grandes e que não sejam frequentemente usados, a utilização de um SSD não é recomendada. Filmes, fotos e outros arquivos que ocupam um espaço maior podem ser armazenados em HD híbrido ou na nuvem.

Precisa de um SSD? Conheça as opções da bringIT e nossos preços especiais!

Fontes: Tecnoblog, Tecmundo, Wikipédia


Assista ao vídeo e entenda melhor a diferença entre um SSD e um HD: