Dicas

6 maneiras de fazer seu notebook ligar mais rápido

mulher-trabalhando-com-notebook-apoiado-na-mesa

Estamos sempre correndo contra o tempo e quando nos deparamos com algum delay como quando o notebook demora pra iniciar, é um estresse e tanto! De notebooks novos aos mais antigos esse é um problema constante e que tem soluções relativamente simples que podem livrar você de toda essa chateação. Quer descobrir como? Continue lendo este post!

Há diversos motivos que fazem o computador demorar para iniciar, desde um problema no hardware, como no HD ou na memória, falhas em um software ou mesmo nem ser um problema em si, mas apenas a necessidade de se fazer um ajuste no software e assim resolver o transtorno.

 

Confira 6 formas de aumentar a velocidade de inicialização do seu computador:

 

1- Desabilite a inicialização automática de programas

Os computadores possuem uma configuração de inicialização padrão de fábrica, então é bem comum se deparar com programas como Internet Explorer, Music Player ou Messenger que “abrem sozinhos” quando se liga o notebook. Isso acontece porque a maioria dos programas que são instalados, lá naqueles “checks” que aceitamos junto com os termos – e que quase sempre não lemos – está a autorização para inicialização automática. Resumindo: eles podem ser a causa da lentidão na inicialização.

 

Como desabilitar a inicialização automática

Separamos o passo a passo nestes links abaixo, retirados do fórum da Microsoft. Embora sejam muito parecidos os caminhos para encontrar as configurações, há pequenas mudanças de localização no sistema operacional, então separamos por geração. Confira:

 

Como desabilitar inicialização de programas do Windows XP

 

Como desabilitar inicialização de programas do Windows 7

 

Como desabilitar inicialização de programas do Windows 8

 

Como desabilitar inicialização de programas do Windows 10

 

Recurso do Windows 10

Um recurso bem interessante oferecido pelo Windows 10 é a “inicialização rápida”, que faz com que o computador ligue com mais agilidade. Para ativar essa função, clique com o botão direito no menu Iniciar. Depois, vá em “Opções de energia” e entre em “Escolher a função do botão de energia”. Clique em “Alterar configurações não disponíveis no momento” e, para finalizar, ative a opção.

 

2 – Desfragmentando o HD

Se o seu notebook ainda usa HD, fazer a desfragmentação é uma boa ideia! Esse procedimento nada mais é do que uma reorganização periódica dos registros do disco rígido. Para entender melhor essa lógica, pense nos discos rígidos convencionais como se fossem várias caixas organizadoras, nelas são armazenados os arquivos que são criados a medida que é executada alguma ação no aparelho. Toda essa informação digital vai ficando bagunçada com o tempo e é basicamente isso que faz com que o sistema comece a funcionar mais lentamente.

 

O Windows oferece um desfragmentador para realizar essa tarefa, porém não é um processo automatizado, e como a desfragmentação precisa ser periódica, recomendamos usar um programa chamado IObit Smart Defrag.

 

Esse programa vai fazer com que você não se preocupe em desfragmentar seu HD, pois ele faz isso periodicamente e de forma automática. A realização do processo ocorre em segundo plano, isso significa que as informações estarão sendo reorganizadas constantemente assim que os arquivos forem sendo salvos no disco.

 

3- Mantenha seu antivírus atualizado

getty_502388250_327238

Parece muito papo de vovó falar que “tudo é vírus”, mas a verdade é que o antivírus é um programa indispensável contra malwares que podem fazer com que seu notebook tenha travamentos frequentes e demore para ligar.

E embora o antivírus seja mais um dos programas que são adicionados à lista de inicialização, há menos chances de travamento, uma vez que os programas mais atuais ficaram mais leves e também o processamento dos computadores melhoraram muito com o tempo. Portanto, vale a pena pesquisar qual antivírus atende melhor a sua necessidade. Temos vários pacotes interessantes no mercado e também se você não está tão afim de investir em um pago, há diversas empresas que liberam uma versão básica de teste que pode ajudar você.

4- Verifique se o seu HD não está danificado

Os HD’s são hardwares bem sensíveis que podem facilmente ter seu funcionamento comprometido por alguma queda que o notebook tiver. Nisso, demoram mais para fazer a leitura do sistema operacional, causando a lentidão na hora de iniciar o notebook.

Embora a tecnologia tenha evoluído bastante e uma boa parte dos notebooks já esteja vindo com SSD (um hardware mais potente e resistente), o HD é muito usado. Se você procura por um HD ou SSD novo, é só conferir em nosso site.

 

SSD: o que é e por que ele está substituindo o HD

 

5- O seu HD pode estar sobrecarregado

Este também se encaixa nos problemas com hardware, e como identificar? Você precisa conferir como anda seu disco rígido, pois se ele não anda bem, vários outras funcionalidades do aparelho acabam sendo comprometidas, inclusive a velocidade de inicialização. Isso é possível com o uso do programa Hard Disk Sentinel que faz um escaneamento completo e diagnostica o estado do disco rígido, verificando a temperatura e os números da S.M.A.R.T. – que é um sistema de monitoramento incluído em HD’s e SSD’s que detecta e possíveis falhas no dispositivo, notificando o usuário a fazer backcups. Também serve de um indicador de falhas aos próprios fabricantes que usam essa informação para futuros melhoramentos em projetos futuros. – e medindo a velocidade de transferência do disco. Além disso, o programa permite que você configure um alerta para avisar caso aconteça alguma falha ou algum valor atinja um nível crítico.

 

6- Invista em uma memória RAM ou um SSD

Outra causa possível é a falta de espaço no seu notebook, tanto na memória RAM quanto no HD. A solução para esse problema envolve um pouco mais de investimento, porém pode melhorar em outros aspectos como uma experiência de uso em programas e jogos mais leve e sem engasgos. Neste artigo você confere como escolher corretamente a memória RAM para o seu notebook.

ss107-003-web

Clique na imagem para comprar o SSD Kingston 120gb na bringIT]

Se você achar necessário investir em seu PC para deixá-lo mais rápido, comprar mais memória RAM pode ser uma boa opção. Mas não se esqueça de verificar se a placa-mãe poderá acomodar pentes maiores e se as placas estão funcionando de forma adequada.

Já com o SSD você também precisa se atentar se há como fazer a adaptação. O SSD é instalado no drive de CD/DVD com a ajuda de um adaptador chamado Caddy. Saiba mais em: Como escolher o SSD ideal para o seu notebook. 
E aí, curtiu nosso conteúdo? Na bringIT você encontra uma grande variedade de peças e acessórios para o seu notebook!

bringit

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *