Veja como transformar JPG em PNGV

Veja como transformar JPG em PNGV

Tempo de leitura: 6 minutos

Você sabe como transformar JPG em PNG! Embora muito usado nem todas as pessoas sabem como defini-lo.

Os arquivos JPEG podem ser identificados por suas extensões, entre as quais as extensões mais comuns são “.jpg” e “.jpeg”.

Os incríveis avanços tecnológicos em gráficos levaram à criação de vários formatos de imagem. JPEG junto com GIF e PNG é um dos formatos mais populares hoje.

Não perca mais tempo e venha saber mais!

O que é JPG?

O JPG é considerado o formato de imagem padrão e mais utilizado no ambiente digital.

Além disso, a taxa de compressão de JPG é muito alta, permitindo que imagens em resolução Full HD ocupem pouco espaço no disco rígido, cerca de 100 Kb.

No entanto, isso só acontece devido à perda de qualidade durante o processo.

Portanto, saber como transformar JPG em PNG é primordial.

A percentagem de compressão do JPG é ajustável.

Isso significa que o equilíbrio pode ser alcançado entre a qualidade e o tamanho da imagem.

Em outras palavras, no caso da menor taxa de compressão, o arquivo ainda não ocupou espaço suficiente no disco.

Em relação ao formato e sobre como transformar JPG em PNG pelo menos dois pontos devem ser considerados:

  • Quando a imagem não pode ser compactada ou a qualidade da imagem é reduzida, isso não é a melhor solução.
  • Não é adequado para ícones, tipografia ou gráficos que requeiram a melhor resolução entre pixels.

Diferença entre jpg e jpeg

Na verdade, não há diferença entre os formatos JPG e JPEG.

JPG existe apenas porque nas versões anteriores do Windows, eles exigiam uma extensão de três letras para os nomes dos arquivos.

Ou seja, o antigo JPEG passou a ser considerado como JPG.

Embora o Windows e o DOS tenham essa limitação, o UNIX não tem e os usuários do UNIX e MAC continuam a usar a extensão JPEG.

As versões mais recentes do Windows já aceitam mais caracteres em suas extensões de arquivo.

No entanto, JPG tem sido usado pela maioria das pessoas.

No Windows e no MAC, todos os programas de edição de fotos (como Adobe Photoshop) salvam JPEG como uma extensão JPG por padrão.

E, se você quiser saber, é possível mudar a extensão nas duas direções e o arquivo continuará funcionando?

Sim, não importa o que você escolha ao salvar a imagem, ela continuará a abrir e funcionar normalmente.

Perceba que, quando se trata da diferença entre JPG e JPEG, não há diferença.

O JPG nasceu inteiramente das limitações das primeiras versões do Windows e DOS.Na verdade, é o formato mais comum associado ao JPEG.

Vantagens do formato jpeg

Já foi processado, isto é, pronto: a imagem JPEG está pronta para sair da câmera e todos os ajustes já foram feitos, como balanço de branco, saturação, exposição, nitidez e espaço de cor.

Portanto, você não precisa perder tempo editando a foto, você pode basicamente usá-la.

Arquivos menores: as imagens JPEG são muito menores do que as imagens RAW.

Portanto, ocupam muito menos espaço de armazenamento.

Compatibilidade: essa é das questões que mais chama a atenção nos arquivos desse tipo.

Grande parte dos dispositivos e softwares modernos suportam imagens nesse formato.

Backup mais rápido: tamanho menor também significa backup mais rápido e eficiente.

 Desvantagens do formato jpeg

Compressão com perdas: O algoritmo de compressão de imagem com “perdas” significa que você perderá alguns dos dados da foto.

PEG é de 8 bits: o formato de imagem JPEG é limitado a 8 bits.

Portanto, o limite é de 16,8 milhões de cores possíveis.

Ou seja, ao fazer imagens no formato JPEG haverá descarte de muita informação.

Portanto, basicamente todas as outras cores que a câmera pode gravar e reproduzir serão descartadas.

Recuperação restrita: a pouca quantidade de informações desse tipo de arquivo é um dos pontos negativos.

Pois, se houver qualquer problema com ele, dificilmente será possível recuperá-lo.

As configurações da câmera afetam as imagens JPEG.

Por isso, é importante fazer os ajustes de forma cuidadosa.

Por exemplo, se você aplicar muita nitidez à imagem, não será capaz de ajustá-la, nem a saturação nem o equilíbrio de branco posteriormente.

Usando um conversor online

Para dar continuidade a como transformar JPG em PNG, abra seu conversor JPG para PNG.

Para fazer isso, visite https://jpg4png.com em seu navegador da Internet.

Por meio dele é possível converter arquivos de imagem ilimitados ao mesmo tempo.

“Converter JPG para PNG” até 50 MB por arquivo.

Clique em Carregar arquivo no meio da página. Isso abrirá o “File Explorer” (Windows) ou o “Finder” (Mac).

Selecione as fotos que você deseja converter. Em seguida, a procure em seus arquivos.  

Se quiser selecionar mais do que um arquivo, mantenha a tecla Ctrl ou Command pressionada ao clicar em cada imagem que você quiser enviar.

Em seguida, clique em “Abrir” no canto inferior direito da janela.

A imagem será carregada diretamente no site de conversão.

Depois de ver a palavra “download” abaixo de cada foto enviada, você pode continuar.

Clique em Baixar tudo.

Este é o botão cinza na parte inferior da tela. Isso iniciará o download do arquivo PNG no arquivo ZIP para o seu computador.

Se você enviou 20 imagens no tamanho máximo permitido pelo conversor, pode demorar um pouco para que este botão apareça.

Por isso é importante fazer a ação de extrair fotos.

Pois, as imagens PNG serão baixadas no formato ZIP.

Para ter acesso à elas é preciso extraí-las, antes de visualizá-las.

Conclusão

Enfim, o JPEG é um método de compactação de imagens fotográficas e também é considerado um formato de arquivo.

Portanto, saber como transformar JPG em PNG é muito importante para evitar perdas.

Além disso, quanto maior o nível de compressão do arquivo relevante, menor será o seu tamanho.

No entanto, a qualidade da imagem também diminuirá.

O processo de salvamento do arquivo causará compressão, o que leva à diminuição da qualidade.

No entanto, aprender a forma de certa de converter e compactar evitará prejuízos irreparáveis.

Gostou do nosso artigo? Achou as dicas válidas? Confira sempre nossas postagens em nosso site e até a próxima!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *