Como escolher o melhor SSD?

Tempo de leitura: 5 minutos

Há diversas opções de SSD disponíveis no mercado, o que acaba dificultando na escolha do melhor SSD entre tantas alternativas. Entretanto, embora escolher pareça ser uma tarefa complexa, não é: basta entender alguns pontos que serão explicados a seguir e, seguramente, você vai investir no melhor SSD.

1. Entenda qual é a capacidade de armazenamento

Para escolher o melhor SSD, é fundamental entender qual é a capacidade de armazenamento perfeita para atender as suas demandas.

De forma geral, a capacidade de armazenar arquivos do SSD é algo que acaba variando bastante: o espaço para armazenamento pode ser entre 120 GB e 8 TB.

É importantíssimo realizar a varredura dos arquivos para entender quais são necessários e aqueles que não são úteis, uma vez que o valor do SSD é bem alto no Brasil.

Se o dispositivo recorre a dois sistemas operacionais em um único computador, o SSD de 240 GB é perfeito, enquanto isso, se a demanda é um SSD apenas para leitura e escrita, certamente 120 GB já é o suficiente para atender essa necessidade.

Não se esqueça que quando o sistema operacional é o Windows 10, geralmente usa-se até 60 GB de armazenamento do SSD para acontecer a instalação do sistema, portanto, se o SSD for de 120, restará apenas 60 GB.

Quer um SSD de 240 GB? Nós temos a opção ideal para você!

2. Se atente à velocidade

A velocidade de transferência do SSD é muito mais alta do que a dos discos rígidos e ele não possui partes mecânicas, portanto, oferece muito mais agilidade no acesso às informações.

Justamente por esse motivo é que é uma vantagem apostar no SSD. Não é difícil achar no mercado modelos que conseguem passar de 1 GB/s de velocidade no processo de transferência.

Compreenda que a agilidade de qualquer computador acompanha a harmonia entre os seus componentes. OU seja, da mesma forma que não vai adiantar ter um excelente processador em uma péssima placa-mãe, também não é interessante investir em um SSD de alta qualidade quando o restante da máquina não acompanha a sua performance.

Sendo assim, acaba compensando mais adquirir um SSD tradicional e proporcionar melhorias em outros aspectos, como na memória ou na placa de vídeo. Não é interessante investir muito em um item que não vai disponibilizar todo seu potencial.

3. Conheça profundamente a marca e considere o preço

Não há como escolher o melhor SSD se você não conhece bem a marca do produto e esse investimento pode acabar sendo alto, porém, jamais esqueça que as informações do seu computador vão ficar todas armazenadas nele.

Será que é válido pagar por um SSD barato e estar sujeito a sofrer com defeitos e perder tudo aquilo que foi armazenado? Claramente, isso não é algo que vale a pena.

Para conseguir a melhor opção, se atente às marcas mais conhecidas ou àquelas que você já experimentou e gostou da experiência. Pesquise em diferentes plataformas online para saber quais são as opiniões sobre determinada empresa.

Também é válido contar com a ajuda de profissionais para compreender com afinco as particularidades do produto que você está pendendo a adquirir. Desta forma, você acaba eliminando frustrações no futuro.

Saiba que é totalmente válido desembolsar alta quantidade de dinheiro se a marca é consolidada e já está há bastante tempo nesse segmento. Em hipótese alguma opte por algo que pode te prejudicar, ainda que o preço seja baixo.

Veja aqui um SSD de excelente marca e invista em uma opção de qualidade!

4. Compreenda melhor sobre a confiabilidade do produto

A confiabilidade de um produto é mensurada pelo seu valor médio de falhas, que também é chamado de Mean Time Between Failure (MTBF). Essa média é responsável por mostrar para o consumidor qual é o nível de confiabilidade do SSD.

Consequentemente, para escolher o melhor SSD é importante entender a confiabilidade do produto. Afinal, conforme o tempo de vida útil do SSD e seu MTBF, dá para entender a possibilidade do hardware mostrar alguma falha.

Imagine que o SSD tem a sua estimativa de 5 anos de vida e o MTBF de 700 mil horas. Dá para concluir que a chance de acontecer algum problema é de 1,4%.

Ademais, o SSD é bem mais resistente que o HD quando o assunto é choque. Sendo assim, quando há alguma queda ou trepidação, não vai ter riscos altos de problemas no funcionamento.

Também é muito importante procurar por SSD que tenha o código de detecção de erros (ECC). Isso é essencial para corrigir falhas e eliminar a possibilidade de corromper dados. Isso é o que possibilita a longevidade do SSD.

5. Saiba melhor sobre a compatibilidade

Para escolher o melhor SSD, é preciso saber averiguar a compatibilidade. Cheque se o modelo se adequa ao espaço voltado para essa unidade de armazenamento, seja do notebook, seja do computador.

Outra particularidade que é importante se refere ao tipo de interface de dados. O SSD pode ser:

  • SATA;

  • SATA II;

  • M.2 PCIe;

  • M.2 PCIe NVMe.

É necessário observar se o modelo desejado é compatível com a sua máquina.

6. Verifique o tamanho

Para escolher o melhor SSD, é importante se atentar ao tamanho. O mercado oferece majoritariamente SSD de 2,5 polegadas, algo bem diferente do HD, que, normalmente, tem 3,5.

Quando a instalação é realizada em um desktop, certamente não ocorrerá alguma complicação para que o driver seja acomodado, possibilitando que a aplicação seja fácil, sem a necessidade de que o tamanho seja igual ou calculado.

Já em caso de um notebook, é importante checar se o SSD que está sendo comprado possui realmente 2,5 polegadas, afinal, se for adquirido um SSD maior, seguramente não vai caber no portátil, consequentemente, será um investimento jogado fora.

7. Cheque como é a migração

Para escolher o melhor SSD, é necessário entender se há a ferramenta de migração que auxilia o usuário a fazer cópias do arquivo do HD para o novo dispositivo de armazenamento.

Logo, não será necessário fazer uma nova instalação de tudo no novo SSD. Essa é uma alternativa interessante, principalmente para aqueles que vão instalar o SSD em algum notebook.

Justamente por essa razão, pode ser interessante investir mais em um item que conte com esse benefício.

Não há dúvidas de que o SSD faz muita diferença e, ao considerar tudo o que foi falado previamente, certamente você encontrará a melhor opção.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *