Upgrade de processador de notebook: melhore o desempenho da sua máquina!

Tempo de leitura: 5 minutos

É comum que com o passar do tempo e o uso constante os notebooks comecem a apresentar uma queda na sua capacidade de desempenho, geralmente, ele começa a ficar lento e alguns programas deixam de funcionar corretamente. Uma das soluções para essa situação é fazer um upgrade de processador de notebook.

Quando os computadores e notebooks começam a apresentar falhas constantes de desempenho, a primeira coisa que pensamos é em comprar uma máquina nova. Entretanto, notebooks não são itens baratos, por isso, encontrar soluções alternativas pode ser uma saída interessante.

Uma dessas soluções envolve a substituição de uma das peças mais importantes de um notebook, o seu processador. Mas, antes de realizar a troca, você precisa ter certeza de que o seu notebook permite que a substituição seja feita. Em caso positivo, você pode fazer o upgrade de processador de notebook.

O processador

De forma simples, podemos resumir a função do processador como sendo o cérebro do seu notebook. É ele o responsável por permitir que os vários programas consigam rodar sem nenhum travamento. Dessa forma, quanto maior for a capacidade de processamento, maior será a agilidade com que os comandos serão respondidos.

processador

Por ser uma parte extremamente importante, também, é aquela que consome mais energia do notebook. Processadores mais velhos, tendem a precisar de uma quantidade maior de energia para conseguirem realizar suas tarefas.

Por isso, um notebook descarregando rapidamente pode ser um indicativo de problemas com o processador e não um indício de que a bateria está perdendo sua capacidade de manter a carga.

Cuidados na hora de fazer um upgrade de processador de notebook

Antes de optar por um modelo de processador específico, pense sobre o uso que será feito do notebook depois da troca. Procure por peças indicadas para as atividades que serão realizadas.

Se optar por um processador com baixa capacidade, o notebook não será capaz de funcionar corretamente. Entretanto, se optar por uma peça com uma capacidade de processamento maior do que a necessária, ela será subtilizada e você terá gastado mais dinheiro do que o necessário.

Considerando os processadores fabricados pela Intel, que são os mais usados no mercado, temos que:

— i3: configuração básica. Acesso à internet, edição de texto e streaming de vídeos.

— i5: ideal para quem realiza múltiplas tarefas, estudar e trabalhar, por exemplo.

— i7: utilizado para rodar programas pesados de edição de vídeo, imagem e alguns jogos

— i9: processador gamer, criado para suportar diferentes jogos.

Além disso, certifique-se de que a peça escolhida para o upgrade de processador de notebook seja compatível com a placa mãe do seu computador. Caso contrário, a nova peça pode danificar permanentemente o notebook, chegando ao ponto de inutilizá-lo.

Geralmente, o correto é optar por um processador mais potente, mas ainda dentro da mesma linha da peça antiga. Por exemplo, se o processador do seu computador é um Intel Core i5, escolha outra processador Intel Core, como o i7 ou o i9.

Se ainda não estiver seguro sobre o melhor modelo de upgrade de processador notebook, entre em contato com o suporte técnico da fabricante do seu computador. Eles vão te orientar quanto aos tipos de processadores compatíveis com o modelo e especificações do seu notebook.

Como trocar o processador

Atenção! Essa é uma tarefa que exige cuidado, os componentes do notebook são extremamente sensíveis e podem sofrer avarias facilmente. Caso não se sinta seguro para fazer a troca, procure um especialista.

Não nos responsabilizamos por qualquer falha ou defeito que possa vir a ocorrer durante esse processo!

upgrade processador

Antes de começar, desligue o computador, tire a bateria e o desconecte da tomada. Isso impede que você seja vítima de uma possível descarga elétrica, bem como evita que os componentes possam sofrer algum dano.

A primeira coisa a ser feita é retirar todos os parafusos da parte debaixo do seu notebook. À medida que eles forem sendo retirados, guarde-os em um local protegido, pode ser um pote com tampa.

Encontrar parafusos exatamente iguais aos que estão sendo retirados pode ser complicado, além disso, eles não podem entrar em contato com materiais contaminantes, como bebidas e comida.

Com todos os parafusos desenroscados, cuidadosamente, desencaixe a carcaça do seu aparelho e, em seguida, retire a parte de baixo, expondo todos os componentes internos.

Antes de retirar o processador é necessário remover o dissipador de calor. Ele é um pedaço de cobre responsável por transmitir o calor gerado pelo processador até o cooler e, assim, manter a temperatura do notebook.

O processador fica abaixo desse braço de cobre e para retirá-lo você vai precisar desenroscar o parafuso que prende o processador. Geralmente, ele é maior que os outros parafusos, mas existem marcações no equipamento indicando o local correto.

Agora, você vai precisar de muito cuidado e delicadeza. Chegou a hora de retirar o processador. Pegue-o pela parte de cima, os pinos encontrados na parte de baixo são extremamente sensíveis e, se quebrados ou entortados, vão comprometer a capacidade de funcionamento correta da peça.

Com o processador antigo desalojado, coloque o novo no lugar. Novamente, pegue-o pela parte de cima e cuidado com os pinos. Além disso, ele possui uma posição de encaixe específica, não force o processador. Delicadamente procure a forma correta de colocar a peça.

O próximo passo é colocar uma fina camada de pasta térmica sobre o novo processador. Não utilize os dedos, nem materiais que possam deixar alguma espécie de resíduo. Utensílios de plástico e metal são os mais adequados.

Coloque pouca quantidade de pasta térmica sobre o processador e espalhe de forma que o resultado seja uma camada fina e uniforme. Esse produto vai auxiliar o processo de dissipação do calor.

Recoloque o parafuso do processador e faça a remontagem do notebook. Sempre tomando cuidado para não danificar nenhuma parte. Agora é só encaixar a tampa do notebook e prende-la novamente.

Fique atento! Nem todos os notebooks são montados da mesma forma, por isso, vão existir variações de posição de marca para marca. Entretanto, o processo de montagem e desmontagem é o mesmo.