Como descartar a minha bateria antiga?

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

Um dos grandes inimigos do ambiente atualmente é o lixo eletrônico. Esse tipo de lixo é caracterizado por todo resíduo material produzido pelo descarte de equipamentos eletrônicos. Como o consumismo eletrônico se tornou uma prática cada vez comum no mundo moderno, a tendência é que esse lixo aumente cada vez mais, causando danos de grandes proporções ao meio ambiente.

Nesse post, vamos esclarecer algumas dúvidas de como descartar a sua bateria antiga.

 

Exemplos de lixo eletrônico:

  • Monitores de Computador
  • Telefones Celulares e baterias
  • Notebooks
  • Televisores
  • Câmeras Fotográficas
  • Impressoras

 

Problemas causados pelo descarte inadequado

– Os equipamentos eletrônicos possuem substancias químicas (chumbo, cádmio, mercúrio, berílio, etc.) em suas composições, que podem provocar contaminação de solo e água. Além disso, estas substancias provocam doenças graves em pessoas que coletam produtos em lixões, terrenos baldios ou na rua.

Descarte correto

 

 

 Para não causar danos ao meio ambiente, o correto é fazer o descarte desse tipo do lixo eletrônico em locais apropriados. Como:

– Algumas Operadoras e fabricantes recebem os equipamentos e ficam responsável pelo descarte responsável do produto

– Procure postos específicos, como cooperativas que atuam na área de reciclagem. Consulte o Ecolmeia, um programa socioambiental e tire suas dúvidas

Caso não encontre o lugar adequado para descartar o lixo eletrônico, entre em contato conosco ( atendimento@bringit.com.br) para que possamos auxiliá-lo

 

Proibido

Conforme resolução do Ministério do Meio ambiente, ficam proibidas as seguintes formas de destinação final das baterias usadas: 

I – Lançamento “in natura” a céu aberto, tanto em áreas urbanas como rurais;
II – Queima a céu aberto ou em recipientes, instalações ou equipamentos não adequados, conforme legislação vigente;
III – Lançamento em corpos d´água, praias, manguezais, terrenos baldios, poços ou cacimbas, cavidades subterrâneas, em redes de drenagem de águas pluviais, esgotos, eletricidade ou telefone, mesmo que abandonadas, ou em áreas sujeitas à inundação.

Resolução CONAMA Nº 257/1999 – Ministério do Meio Ambiente   “estabelece que pilhas e baterias que contenham em suas composições chumbo, cádmio, mercúrio e seus compostos, tenham os procedimentos de reutilização, reciclagem, tratamento ou disposição final ambientalmente adequados” – Data da legislação: 30/06/1999 – Publicação DOU nº 139, de 22/07/1999, págs. 28-29 – Status: Vigente (em processo de revisão).

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *