Curiosidades

Entenda o processo de reciclagem das pilhas e baterias

imagemcerta189

Já imaginou o que acontece com as pilhas e baterias após o descarte? Pois nós, do blog bringIT,  tivemos a curiosidade e acabamos descobrindo um processo de reciclagem bem interessante. Para começar, reciclar pilhas e baterias é um processo de custo alto.

Por exemplo, a reciclagem de 10 toneladas custa cerca de R$ 1000. Apesar do alto custo, já existe leis que obrigam as empresas que fabricam ou importam os produtos a se responsabilizarem por sua destinação adequada. Essa preocupação se dá devido à composição das baterias e pilhas serem extremamente tóxicas. Formadas por elementos químicos pesados, como níquel, cádmio, chumbo, zinco e mercúrio,  os componentes podem contaminar o meio ambiente, além de causar graves danos ao sistema nervoso e câncer.

Mas não é só desvantagens que o descarte desses produtos traz, ele também pode oferecer muita luz e cores. Durante o  processo de reciclagem dos elementos, eles são transformados em pó e posteriormente utilizados na fabricação de diferentes produtos, como os fogos de artifício . Entenda o processo de reciclagem das pilhas e baterias:

1º passo  

As pilhas e baterias possuem uma cobertura plástica, que é removida e lavada com água para eliminação de metais. Após a lavagem, a parte plástica é encaminhada a recicladores especializados no material.

2º  passo

O que sobra é a parte metálica, que é triturada em uma máquina até virar um pó cujo pH é neutralizado, tornando-se menos agressivo a humanos. Então, o pó segue para um filtro em que é prensado e seco.

3º  passo

Um teste identifica o metal predominante na composição da pilha. Isso define a cor do produto final. Por exemplo, muito níquel significa verde-escuro, enquanto pouco níquel é verde-claro.

4º passo

O pó vai para um forno de temperatura a 1300 °C e vira o produto final: um óxido metálico inofensivo, pronto para ser vendido à indústria para a fabricação de fogos de artifício, pisos cerâmicos, tintas e vidros.

 

Fonte: Super Interessante

 

 

 

 

2 Responses

  1. Quantas vezes uma pilha ou bateria pode ser reciclada? há um limite na reutilização dos seus componentes ou é um ciclo infinito que não há descarte jamais dos componentes químicos, como: níquel, cadimo, mercurio, chumbo, zinco…?

  2. Bom dia Emerson, tudo bem? Então, essa questão envolve um conhecimento químico que pode ser respondido com mais clareza por um especialista na área, como um engenheiro químico, por exemplo. O que podemos afirmar é que as baterias e pilhas possuem diferentes processos na hora da reciclagem como: trituração, separação de componentes químicos, processo térmico para ajudar na separação de outros tipos de componente e assim por diante. Os processos diferenciam para cada material. Esperamos ter ajudado! 😀

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *